Notícias

Rede goiana de supermercados investe 30 milhões em 2022

Class News

Com previsão de abertura de mais três lojas em Goiânia e Goianira, empresa planeja movimento ousado de expansão para os próximos dois anos

A Rede Super Barão acaba de anunciar um investimento de 30 milhões de reais ainda este ano com o intuito de expandir com mais três lojas. Fundado em 27 de abril de 1992 por Tarcísio Alcântara, a empresa completa 30 anos de funcionamento, e ainda hoje sustentam o compromisso de oferecer produtos de qualidade a preços acessíveis, respeitando sempre a dignidade de seus clientes. Segundo o CEO da rede, Hebert Ribeiro, as expectativas são grandiosas e projetos já estão previstos até o ano de 2024.

A trajetória do Barão começa com a inauguração do Mercadinho P2, primeiro estabelecimento de toda rede, então situado na rua P2, no Setor dos Funcionários, em Goiânia, onde funcionou por nove anos. Com esse modelo de supermercado de vizinhança, com lojas menores, mas com um grande mix de produtos, eles pretendem dobrar de tamanho, chegando a 50 unidades, cobrindo todo o Estado. “Essa expansão está prevista para ser concluída até 2024”, adianta Hebert Ribeiro, CEO da rede.

Com uma estrutura que conta com 24 unidades no Estado, a empresa tem projetos também ousados para serem concretizados ainda este ano, três lojas serão abertas. A rede Super Barão de supermercados, com quase 30 anos de mercado, vai investir R$ 30 milhões em 2022 na abertura de duas lojas em Goiânia, Setor Vila Brasília e Parque das Laranjeiras e outra em Goianira, além de reformas e melhorias em todas as suas lojas. Hebert enxerga neste avanço uma grande oportunidade de crescimento e visibilidade para a empresa.

“Apesar da pandemia, conseguimos manter o faturamento com muita gestão, investindo em automação e cortando custos. Tivemos 7% de crescimento no ano passado e esperamos chegar a 15% neste ano”, revela o executivo, ao falar sobre o desempenho da empresa, que tem cerca de 1.900 funcionários. Com as três novas unidades, serão em média mais 300 novos empregos na rede. Ele continua dizendo que a pandemia foi um divisor de águas para o posicionamento da empresa no mercado, já que eles investiram também no comércio eletrônico.

Ampliando os horizontes para esta nova linha de atuação, a rede Super Barão e seu fundadot Tarcísio Alcântara, que continua atuante na empresa, acredita que neste mercado é onde encontrará novas possibilidades. “Estamos atentos a isso, teremos compra online com aplicativo próprio e delivery, mas faremos com calma para oferecermos um serviço de qualidade e que realmente atenda ao nosso consumidor”, afirma Hebert Ribeiro. Outra demanda suprida pela empresa foi as vendas para pessoas jurídicas, transformando assim, cinco lojas em atacado.

Segundo o CEO do Super Barão, foi preciso se adaptar ao novo formato de vendas em função da concorrência. “Acho que a pandemia reforçou o supermercado de vizinhança, aquela unidade menor, mais próxima do consumidor, mas o atacarejo é uma realidade incontornável, principalmente por causa da atuação dos grandes grupos”, teoriza o gestor sobre as duas categorias de vendas onde o Super Barão seguirá atuando. A próxima unidade da rede a operar como atacarejo será a de Luziânia, informa Ribeiro.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo