NotíciasSaúde

Cuidados com a pele durante o inverno: especialista lista 7 dicas para mantê-la hidratada e saudável

Class News

Níveis de umidade do ar e temperaturas baixas deixam a pele ressecada, quebradiça e favorece o envelhecimento, aponta especialista em saúde estética

Você já notou que durante o inverno a sua pele fica mais sensível, com toque áspero e com maior ressecamento? É comum que o ar seco e as temperaturas baixas fazem com que a água no tecido cutâneo evapore mais, o que resulta em uma pele quebradiça e com ressecamento mais intenso. Além disso, alguns hábitos comuns, como beber menos água e tomar banhos mais quentes, afetam a hidratação da pele, deixando-a mais vulnerável. É o que explica Vânia de Paula, biomédica, farmacêutica, bioquímica e especialista em saúde estética.

A profissional, que está há oito anos no mercado, atua na clínica VP Saúde Estética, localizada na Avenida Marconi, no setor Jardim Planalto, em Goiânia. Os atendimentos ocorrem de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 19h e o local conta com profissionais qualificados para aplicação de botox, preenchimentos, bioestimuladores de colágeno, harmonização facial, fios de sustentação, entre outros procedimentos.

Para driblar o ressecamento e ainda prevenir o envelhecimento da pele, a especialista listou 7 dicas de mudanças no cotidiano para te ajudar a passar pelo inverno com a pele hidratada e saudável. Vale ressaltar que os cuidados devem ser seguidos por pessoas com todos os tipos de pele. Confira:

·         Beba água e se alimente bem!

Beber a quantidade necessária de água para o seu corpo e se alimentar bem parece clichê, mas são atitudes simples que hidratam o corpo de dentro para fora e refletem diretamente na sua pele. Por isso, a recomendação de Vânia é beber dois litros de água por dia, no mínimo, além de manter uma alimentação regrada com consumo de nutrientes que favoreçam a firmeza da pele, como frutas, hortaliças e legumes que possuem vitamina C, E e selênio.

·         Evite banhos muito quentes e demorados

A água em altas temperaturas remove a camada de gordura natural que protege a pele, favorecendo o ressecamento. Além disso, banhos muito quentes provocam uma descamação do couro cabeludo, o que contribui para o aparecimento de caspas. A prática dessa ação diariamente pode tornar a pele mais seca e sensível, por isso, evite!

·         Mantenha a pele do corpo hidratada

Mesmo que a pele não fique, em sua maioria, exposta ao frio, é necessário investir na hidratação de todo o corpo. O uso de cremes hidratantes após o banho é altamente recomendável. O hidratante protege a pele dificultando a entrada de microrganismos, o que evita infecções. O ideal é hidratar a pele com o produto duas vezes ao dia.

·         Atenção para as extremidades do corpo

As extremidades do corpo, como mãos, cotovelos, calcanhares, joelhos e pés necessitam de um cuidado redobrado. Isso porque essas regiões possuem poucas glândulas sebáceas, o que faz com que produzam uma quantidade menor de óleo, tornando-as vulneráveis aos danos causados pelo frio. Na hora de aplicar o creme hidratante, concentre o produto nessas partes ásperas.

·         Proteja os lábios!

A pele na região dos lábios é mais fina e delicada. Nela, não há a presença de glândulas sebáceas, que favorecem a hidratação, tornando-a mais suscetível ao ressecamento. Então, abuse do hidratante labial durante o inverno e evite passar a língua na região, pois isso resseca ainda mais os lábios.

·         Faça esfoliação

Durante o frio, a renovação das células acontece de forma mais lenta e as células mortas tendem a se acumular. A esfoliação elimina as células mortas presentes na pele e assim, evita a descamação e o ressecamento do tecido, mas é necessário ter atenção e cuidado, pois a prática pode sensibilizar a pela que já está sensível devido às baixas temperaturas. O ideal é que seja realizada de 15 em 15 dias, sem colocar força ao esfoliar e hidratar a região após finalizar.

·         Procure um profissional

Caso sua pele já seja sensível e no inverno, mesmo com cuidados, ela fique mais ressecada, avermelhada ou com lesões, é de fundamental importância conversar com um profissional. Na consulta é possível obter um diagnóstico correto e descobrir a melhor forma de tratamento.

Vânia de Paula recomenda também o aproveitamento do inverno para realizar tratamentos dermatológicos e estéticos cuja exposição do sol deve ser evitada.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo