GovernoNotícias

Retirada de radares móveis das rodovias estaduais reduziu R$ 52,8 milhões em multas

Class News

Sem equipamentos que atuavam como elemento surpresa para o motorista, houve queda nos autos de infração. Segurança viária ganhou reforço com equipamentos fixos

O número de multas de trânsito diminuiu significativamente após a retirada de radares móveis do tipo pistola de toda a extensão da malha viária do Estado, iniciada em 2019. De acordo com a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), os condutores de veículos deixaram de pagar cerca de R$ 52,8 milhões nos anos seguintes.

Em 2018, último ano em que os radares móveis ainda eram usados como elemento surpresa na fiscalização das rodovias goianas, foram aplicados mais de 687 mil autos de infração. Em 2021, as multas aplicadas em rodovias estaduais caíram para 574 mil, representando uma diferença de 113 mil autuações.

O monitoramento das GOs foi reforçado em alguns pontos mais perigosos com aparelhos fixos, que em muitos casos foram instalados a pedido da população, da prefeitura ou por decisão judicial, para garantir a segurança de pedestres e reduzir o número de acidentes graves com veículos. Também foi realizada a melhoria da sinalização viária, com pintura horizontal, implantação de tachas refletivas e placas de trânsito, além dos alertas de fiscalização que antecedem o aparelho.

Rotas turísticas
O trabalho de reforço dos sinais de tráfego nesse ano atendeu algumas rotas turísticas, onde o fluxo de veículos aumenta nesse mês de julho em razão das férias escolares. Entre os trechos contemplados, está a GO-244, entre Porangatu e São Miguel do Araguaia, que passou por sinalização em 126,15 quilômetros. Outros exemplos são as GOs 164 e 070, cujas condições de trafegabilidade foram otimizadas para a segurança dos turistas e moradores da região.

Já a GO-530, movimentado trajeto que liga Araguapaz a Aruanã, recebe manutenção em 49,66 quilômetros. A agência também prevê a recuperação com microrrevestimento do trecho, seguida de sinalização horizontal e vertical.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo