PolíticaSaúde

Goiás se mobiliza para Dia “V” da Vacinação contra Covid-19, neste sábado

Class News

Ação faz parte das estratégias do governo estadual e dos municípios para ampliar cobertura vacinal no Estado. Apesar do foco ser em crianças de 5 a 11 anos, imunizantes também estarão disponíveis para que adolescentes, adultos e idosos atualizem seus cartões com primeira e segunda doses ou, ainda, com reforço

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) e em parceria com os municípios, prepara um Dia “V” de Vacinação contra Covid-19 para sábado (19/02). A mobilização ocorre das 8h às 17h, em 750 postos em todo Estado. Ao todo, 1.250 profissionais de saúde participarão para receber os goianos ao longo do dia. “Tem sido fundamental para não avançarmos nos casos de internações e óbitos”, diz o governador Ronaldo Caiado sobre a imunização.

Com o objetivo de aumentar a cobertura vacinal e proteger a maior quantidade de pessoas possível, o principal foco é o público infantil, de 5 a 11 anos de idade. A estratégia facilita o acesso dos pais que não podem levar os filhos aos postos durante a semana. Entretanto, a população geral, incluindo adolescentes, podem procurar as salas para iniciar o esquema com a primeira dose ou ainda atualizar com a segunda e o reforço. Com mais pessoas imunizadas, a SES-GO espera reduzir casos graves, internações e óbitos, diminuindo também eventuais sobrecargas nos sistemas de saúde.

O secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, destaca que a batalha contra a Covid-19 não está vencida. “Houve um aumento exponencial de casos e de internações, desde o início da circulação da variante Ômicron, em dezembro do ano passado”, observa o titular da SES-GO. Desde então, pelo menos 82% dos internados e dos óbitos registrados foram de pessoas que não se vacinaram ou que estavam com doses atrasadas.

Estratégias
As vacinas utilizadas são seguras e sustentadas por estudos científicos realizados ao redor do mundo, mostrando que os imunizantes liberados para uso são eficazes. As crianças de 5 a 11 anos poderão tomar a vacina pediátrica Comirnaty, do laboratório Pfizer, formulada especialmente para o público infantil. Na faixa etária de 6 a 17 anos será administrada ainda a Coronavac/Sinovac, do Instituto Butantan, a mesma usada para adultos. Ambos imunizantes produzem anticorpos neutralizando, gerando resposta imunológica contra a Covid-19 e protegendo os pequenos das formas graves da doença.

Para o Dia V, o Governo de Goiás tem distribuído vacinas de modo sistemático a todos os municípios goianos, que podem ser utilizadas conforme as faixas etárias. Os municípios foram orientados a reservar doses para realizar a segunda aplicação e, assim, completar a imunização. O intervalo é de oito semanas para quem tomar a Comirnaty/Pfizer e de 28 dias para a Coronavac/Sinovac, do Instituto Butantan. O objetivo é garantir a imunização completa dessa população.

Alerta
A divulgação de notícias falsas e informações erradas sobre efeitos da vacina são fatores associados à baixa adesão à vacina. No entanto, 44 crianças abaixo de 10 anos de idade, que não tiveram a oportunidade de se imunizarem, morreram de Covid-19 em Goiás desde o início da pandemia. Embora os sintomas clínicos da doença sejam mais brandos nesse público, quando comparado aos adultos e idosos, crianças podem apresentar sintomas clínicos prolongados, conhecidos como “Covid-19 longa”, doença pós-Covid-19 ou sequelas pós-agudas de infecção. A frequência e as características dessa doença ainda estão sob investigação.

Dados do Ministério da Saúde apontam que no Brasil a Covid-19 teve, na faixa etária de 5 e 11 anos, uma incidência de 30,7 casos por 100 mil habitantes, com letalidade de 4,9%, ao passo que nos adolescentes de 12 e 17 anos a incidência foi de 36/100 mil habitantes com letalidade de 10,3%. Nos adultos jovens, de 18 a 29 anos, essa relação foi de 183,4/100 mil habitantes, com 11,2% de óbitos.

Até às 21h30 de terça-feira (15/02), o Estado de Goiás registrou 11.610.633 doses aplicadas. Destas, 5.509.617 para a primeira aplicação, o que equivale a 83,81% de pessoas com 5 anos ou mais. Em relação à segunda dose ou dose única, foram 4.733.136 (72%) pessoas com mais de 5 anos imunizadas.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo