Saúde

Resultados mais naturais nas intervenções estéticas é tendência

Class News

A era do menos é mais chegou com tudo no universo das cirurgias plásticas

É sabido que a procura por procedimentos estéticos e intervenções cirúrgicas tem crescido, mas até que ponto isso é saudável? Esse questionamento tem regido muitas discussões em um momento que a superexposição e cultura da imagem estão em alta. O médico e cirurgião plástico Fernando de Nápole diz que a era da naturalidade está de volta. Segundo ele, tantos estereótipos foram criados através das cirurgias plásticas, que hoje o bonito é realçar quem você é em sua essência e da forma mais natural possível.

A naturalidade está em alta na estética. Narizes finos e arrebitados deixaram de ser o objetivo das pessoas que buscam os consultórios. Mulheres ao procurarem pela mamoplastia, uma das intervenções mais realizadas no Brasil, também anseiam por um resultado mais natural. “Vale salientar que os procedimentos cirúrgicos hoje em dia prezam pela naturalidade, ou seja, uma beleza que respeita as características do paciente. Eu busco valorizar o que meu paciente tem de mais harmônico”, diz o cirurgião Fernando de Nápole.

Uma onda frenética de harmonização facial exagerada impressionou a sociedade. Devido as mudanças drásticas de fisionomia de pessoas públicas vários questionamentos vieram à tona. Como pode ser saudável essa busca pela perfeição estética? Até que ponto seguir um padrão estético traz realmente resultados satisfatórios? E como as pessoas lidam com tanta valorização da imagem? Enfim, o papel do cirurgião plástico vai além do resultado da cirurgia, é também analisar essas questões junto ao seu paciente para definir o melhor caminho.

Para Fernando de Nápole não é saudável como as pessoas lidam hoje com a própria imagem, por isso ele reforça o seu compromisso com os resultados naturais. “Vimos pessoas que influenciam a sociedade em diversos aspectos propagarem a idealização de que a perfeição é algo alcançável. E digo, perfeição não existe, por isso os médicos cirurgiões plásticos tem grande responsabilidade. Além de oferecer um resultado satisfatório, temos que lembrar que o intuito das intervenções é realçar o que a pessoa tem de melhor e melhorar possíveis incômodos”.

O médico ainda garante que a era do menos é mais na cirurgia plástica está de volta. As pessoas hoje anseiam por espaços que elas possam se auto afirmar, se mostrar como realmente são. “A tendência mundial nos procedimentos é a busca pela naturalidade. A busca por resultados naturais está cada vez mais forte e promete continuar”, explica. Isso é resultado de uma mudança de comportamento social e de como as pessoas estão se aceitando como são. Fernando diz que ser bonito é uma questão subjetiva, o importante é se sentir bem.

São muitos os benefícios para a saúde e beleza quando se respeita as suas limitações e características únicas. “Se você também deseja ser assim, eu diria que existem dois pontos principais para conseguir isso: Estar aberto a uma reflexão pessoal. Pense sobre a sua concepção de autoimagem e da origem dos seus desejos de mudança. Não tem nada errado em querer se sentir melhor e mais confiante, desde que isso venha de uma fonte saudável. Esteja preparada para alinhar suas expectativas com resultados mais realistas”, diz o médico.

Ele continua: “Encontre um cirurgião de confiança. Grande parte desse processo também compete ao seu aliado na estética”, finaliza. Entender como você experimenta suas experiências sociais é importante nessa análise que precisa ser feita antes de realizar qualquer procedimento estético. Saber que não existe comparação e muito menos disputa já é o começo desse processo. Alinhe suas limitações com suas expectativas, assim, você pode se jogar sem medo em tudo que deseja. Hoje, bonito é ser feliz, é ser você mesmo, é ser amor e respeito.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *