Gastronomia,News

Panetones ganham mais espaço nas gôndolas

Chegam às festas de fim de ano e com elas muitas comidas típicas da época. Uma delas é o panetone. O tradicional pão doce pode ser consumido a qualquer hora do dia, mas segundo a consultoria Kantar / Worldpanel Division, 29,7% da ingestão deste alimento é no lanche da tarde, seguido pelo lanche da manhã, com 10,8%

A Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI) espera que a categoria tenha um acréscimo de 2% de volume em comparação ao ano passado, que representa 41 mil toneladas, chegando a aumentar em até 5% o faturamento. A expectativa é movimentar R$ 890 milhões no período sazonal – entre os meses novembro a janeiro). Em 2020 o setor faturou cerca de R$ 848 milhões e foram vendidas 40 mil toneladas de produtos.

Nas 81 lojas do Bretas em Goiás em Minas Gerais já é possível encontrar várias opções de panetones de todos os tamanhos, para todos os gostos e bolsos.

Fabricação própria

Estão disponíveis panetones industrializados e de fabricação própria, que podem ser minis, tradicionais e trufados. Nas lojas há produtos prontos com 100 e 350 gramas, que variam entre R$1,99 a 8,99, além dos comercializados por quilo.

Um diferencial da rede é a produção, em todas as unidades, de panetones trufados (R$ 39,90 o quilo). Além dos sabores já conhecidos pelos consumidores, como doce de leite, brigadeiro e outros, este ano a novidade da fabricação própria Bretas é panetone de chocolate com gotas de chocolate.

As vendas de panetone nas lojas da rede já fazem parte do sortimento das unidades. Mas ganham força no final o ano. O produto tem procura independentemente da época. 

O bolo

O panetone é aquele clássico, presença garantida nas ceia de Natal. Mas de onde vem essa tradição? Pouco se sabe sobre sua origem. Segundo consta é uma receita criada por um padeiro italiano, o Toni, na cidade de Milão, no século XV. Há também relatos de que o panetone foi inventado na corte de Ludovico, o Mouro, na véspera do Natal, entre os anos de 1494-1500. Seja como for, o certo é que o panetone chegou ao Brasil após a segunda Guerra Mundial, trazido pelos imigrantes italianos.

Sobre o Bretas

Fundado em 1954, o Bretas é uma rede supermercadista com 81 lojas, 12 postos de combustíveis e dois Centros de Distribuição, em Minas Gerais e Goiás. Desde 2010 integrou-se a Cencosud, um dos principais grupos varejistas do mercado sulamericano com presença na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru, e um escritório comercial na China. No Brasil, o Bretas conta com cerca de 7 mil colaboradores que trabalham para oferecer aos clientes qualidade e serviço a preços justos. www.bretas.com.br

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *