News,Saúde

Vídeos de técnica que corrige orelhas de abano atraem mais de 2,5 M de visualizações no Tik Tok

Class News

Perfil da Farmalaser Estética Avançada mostra alto interesse por procedimento não invasivo que corrige problema estético que atinge 5% da população mundial 

Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), mostram que características como orelhas de abano estão presentes em até 5% da população mundial. O número dá uma prévia de como o problema estético afeta as pessoas e consequentemente, desperta o interesse de quem se sente incomodado com essa parte do corpo. Em Goiânia, o perfil no Tik Tok da Farmalaser Estética Avançada é uma prova desse comportamento. Alguns vídeos que mostram os resultados de um procedimento não cirúrgico chamado otoplastia fechada,  tem alcançado números expressivos e revelado uma alta demanda na Capital. 

Alguns deles ultrapassam as 2,5 milhões de visualizações, o que para a farmacêutica e responsável técnica da clínica, Mayara Camargo, revela que, embora a técnica não seja necessariamente nova, ainda é pouco conhecida. “Ear Face, Ear Shut, Ear Dream ou Otoplastia Fechada, são técnicas feitas com fios que podem ser absorvíveis ou não, não há suturas ou cortes, também não necessitando de internações. Assim o paciente poderá retornar suas atividades em 24 horas”, detalha.  

Ela explica que os fios prendem a região da anti-hélice para juntar as orelhas em um procedimento não cirúrgico, feito com anestesia local e com o paciente totalmente consciente.  De acordo com Mayara,  “além da recuperação rápida, o resultado também é definitivo, pois as fibras colágeno e cartilaginosas realinham da forma que os fios harmonizam as orelhas”. Mas isso tudo depende dos cuidados do pós-procedimento que exige evitar esbarrões, dormir com a faixa enquanto as orelhas estiverem sensíveis, evitar atividade de luta que possa causar atritos, higienizar diariamente, manter uma alimentação leve e tomar muita água.

Os casos mais indicados são os de orelhas de abano e crianças a partir de 7 anos podem realizar o procedimento, desde que autorizado pelos pais. Mayara ressalta também que é importante o paciente checar o histórico da clínica que se pretende fazer o procedimento e que de acordo com a lei 616/15 artigo 4,  farmacêuticos com habilitação em fios lifting absorvíveis para fins estéticos, podem fazer o tratamento.  “O resultado do Earshut é extremamente natural. É uma técnica atualizada que vem ganhando espaço, e acredito que logo será aderida por todas as classes”. 

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *