News

Cervejas Leopoldina: Rótulos artesanais que dão match com o verão brasileiro

Class News

Cervejaria do Grupo Famiglia Valduga traz as melhores opções a partir das clássicas escolas cervejeiras belga, alemã, americana, inglesa e tcheca

Cerveja é uma paixão para os brasileiros e está relacionada aos momentos de prazer, alegria e descontração, como no tão esperado happy hour, no churrasco com a família, na hora de acompanhar a tão aguardada partida de futebol ou mesmo no almoço de domingo. Para deixar os brindes mais saborosos, a Cervejaria Leopoldina, do Grupo Famiglia Valduga, sugere rótulos artesanais, elaborados com a seleção dos melhores maltes, lúpulos e leveduras, seguindo os métodos das principais escolas cervejeiras do mundo, como a belga, alemã, tcheca, americana e inglesa.

Cerveja Leopoldina Witbier

Tradicionalmente produzida na Bélgica e na Holanda, “witbier” significa “cerveja branca”, devido às proteínas do trigo e ao fermento que a deixam com uma coloração dourado claro e de aspecto turvo. Ela é a descendente direta das cervejas medievais, armazenadas antigamente com temperos cítricos, como o limão siciliano e o coentro, que deixam este exemplar com um toque adocicado, leve e refrescante, criando uma harmonia indiscutível no paladar. Deve ser consumida entre 3° e 6° graus e combina com queijo de cabra, frutos do mar, saladas e escondidinho.

Cerveja Leopoldina Weissbier

A Leopoldina Weissbier é extremamente refrescante, produzida com o melhor trigo da Bavária, uma das regiões cervejeiras de maior prestígio na Alemanha. Elaborada com malte de trigo e de cevada, ela apresenta aroma de cravos e banana. Por não ser filtrada, traz um aspecto turvo de coloração amarelo palha, sabor leve e frutado. O ideal é consumi-la entre 3° e 6° graus e é o acompanhamento perfeito para queijos macios e suaves, atum, saladas, bolinho de bacalhau e frutos do mar.

Cerveja Leopoldina India Pale Ale Ipa

A Leopoldina IPA é uma típica American IPA com aroma de notas cítricas e florais. Este tipo de pale ale foi criado pelos ingleses durante a colonização da Índia para resistir à travessia do oceano até o continente asiático. A bebida, aperfeiçoada pelos americanos, possui uma coloração de cobre avermelhado, é forte, encorpada e muito equilibrada. A sugestão é consumi-la entre 5° a 7° graus, acompanhada de pratos mexicanos, indianos, japoneses, peixes, empanados, hambúrguer e queijo gorgonzola.

Cerveja Leopoldina Pilsner Extra

A Leopoldina Pilsner é elaborada com maltes especiais e lúpulos da região de Hallertau, na Alemanha, a maior e mais tradicional região produtora de lúpulo no mundo. A pilsner ou pilsen, como é mais conhecida no Brasil, é do tipo pale lager, uma cerveja clara, de baixa fermentação, que se diferencia pelo equilíbrio entre o malte e o lúpulo. Sua coloração amarelo-dourado e sua refrescância fazem dela a mais pedida entre todas as cervejas. Não filtrada, com um colarinho branco de excelente textura e consistência, apresenta aromas de notas florais e levemente maltadas. Por sua versatilidade, harmoniza bem com diversos pratos, como todos os tipos de queijos, frutos do mar, peixes, aves e brasileiríssima feijoada. O ideal é consumir bem gelada, entre 3° e 4° graus.

Sobre a Cervejaria Leopoldina

A Cervejaria Leopoldina produz cervejas artesanais com base nas principais escolas cervejeiras belga, tcheca, americana, inglesa e alemã, cuja tradição nos fermentados é mundialmente reconhecida. As bebidas são elaboradas com a seleção dos melhores maltes, lúpulos e leveduras importados da Europa, aliando tecnologia e qualidade que garantem o alto padrão dos produtos. A marca faz parte do grupo Famiglia Valduga, um dos mais tradicionais produtores de vinhos e espumantes do Brasil.

Sobre o Grupo Famiglia Valduga

Reconhecido mundialmente por seu padrão de excelência e sua expertise em inovação, é composto pelas empresas Casa Valduga, vinícola que está entre as dez maiores elaboradoras de espumantes e vinhos do País – e que conta com a maior cave de espumantes da América Latina; Domno é a importadora de vinhos de diversas nacionalidades e  Ponto Nero elabora espumantes através do método Charmat; Casa Madeira, produtora de sucos, geleias, antepastos e creme balsâmico, entre outros produtos gourmets; Cervejaria Leopoldina, que produz cervejas artesanais com base nas principais escolas cervejeiras, como belga, tcheca, americana, inglesa e alemã, cuja tradição nos fermentados é mundialmente reconhecida; Vinotage Cosméticos, uma linha de cosméticos diferenciada à base do óleo extraído da uva, além da novidade Becas, vinho frisante em lata que permite degustações em doses únicas.  A sede do Grupo fica em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos, local onde a Família Valduga instalou-se quando chegou ao Brasil.  

 

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *