Política

Governo de Goiás faz balanço de 2020 das ações patrimoniais no Estado

Class News

Processos de tombamentos de bens materiais, vistoria técnica a prédios e monumentos, atendimento e assessoria a pesquisadores, entre outras atividades foram mantidas em andamento, mesmo em meio à pandemia

O governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás), faz um balanço de 2020 das ações patrimoniais do Estado, em meio todo esforço nesse ano tão atípico, para manter as atividades e obras em andamento em Goiás.

Nesta atual gestão, aprimorar mecanismos de preservação do patrimônio cultural e histórico goianos sempre foi uma das prioridades da política pública desenvolvida pelo governador Ronaldo Caiado, primando pela importância e valorização do setor cultural, e pela preservação da história, da tradição e memórias para o povo goiano.

Em Goiânia e no interior do Estado, os trabalhos estiveram a cargo da equipe do Núcleo de Patrimônio Material e Imaterial da Superintendência de Patrimônio Histórico, Cultural e Artístico da Secult, voltados para educação patrimonial, publicações culturais, pesquisas, tombamento definitivo da Usina do Ribeirão Saia Velha, na Cidade Ocidental, localizada no entorno do Distrito Federal, além de vistorias e assessoria técnica a bens culturais materiais e imateriais, e atendimento a pesquisadores.

Nesse “novo” cenário, reuniões virtuais também foram promovidas com os participantes das Cavalhadas de Goiás, uma das mais tradicionais festas populares do calendário goiano, para apresentar o processo administrativo de registro como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil junto ao Estado de Goiás e ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), medida que está em fase de instrução.

Na cidade de Goiás, os gestores fizeram visita técnica às ruínas de Ouro Fino, localizadas próximo ao município, para elaboração de parecer de solicitação de abertura dos trâmites de tombamento das ruínas.

Para o secretário de Estado de Cultura, Adriano Baldy, a Secult conseguiu cumprir o seu papel ao longo de 2020, que é o de fomentar a cultura, valorizar a classe artística, preservar o patrimônio histórico e artístico, oferecer atividades e concretizar projetos e eventos.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *