Class News

Donativos são frutos da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, promovida pela OVG e Gabinete de Políticas Sociais, e que reúne doações de servidores, setor privado e da população em geral. Trabalho em prol dos goianos continuará durante a pandemia de Covid-19

Reflexo do gesto solidário de vários goianos, o Governo de Goiás conclui nesta semana a entrega das primeiras 3 mil toneladas de donativos a famílias em situação de vulnerabilidade diante da pandemia da Covid-19, alcançando 135 municípios. A arrecadação ocorre a partir da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, liderada pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) em um trabalho conjunto com o Gabinete de Políticas Sociais. “Quem tem fome, tem pressa”, disse o governador Ronaldo Caiado nesta sexta-feira (24/4), ao acompanhar, ao lado da primeira-dama e presidente de honra da OVG, Gracinha Caiado, o carregamento dos caminhões que estão rodando o Estado com as cestas básicas.
A base de apoio da campanha é o ginásio Goiânia Arena. Palco de tantos momentos marcantes do esporte, nas últimas semanas a quadra não tem recebido atletas, e sim pilhas de alimentos e produtos de higiene e limpeza a perder de vista. O que se vê dentro dessas quatro linhas resume o espírito de união e altruísmo instalado em Goiás. São doações vindas dos próprios servidores públicos estaduais, que lideram campanhas nas secretarias, órgãos ou autarquias, da iniciativa privada e da população em geral. A meta, reforçou Caiado, é assistir “pessoas de baixa renda ou que perderam o emprego e estão necessitando de alimentação”.
Comunidades em situação de vulnerabilidade em várias cidades goianas já receberam carregamentos de cestas básicas neste primeiro mês de campanha. “As doações continuam. Não vamos deixar nenhum goiano desamparado”, garantiu Gracinha Caiado, que também coordena o Gabinete de Políticas Sociais. Além de produtos básicos, como arroz, feijão e leite, o pacote entregue pelo governo inclui kit de higiene bucal (com escova de dente, creme e fio dentais), produtos de limpeza, álcool em gel 70% e material informativo que esclarece dúvidas sobre medidas governamentais diante da pandemia do novo coronavírus.
Em Goiânia e Aparecida de Goiânia, a distribuição das doações motivou uma operação inédita no País. Com apoio das forças de segurança, o esquema montado garante que cada cesta básica seja entregue de porta em porta. Essa ação evita aglomerações, preservando a segurança sanitária dos voluntários que atuam na força-tarefa e das famílias, que não precisam sair de casa. No interior, a entrega é realizada pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).
O governador e a primeira-dama foram recebidos no Goiânia Arena pelos secretários Rafael Rahif (Esporte e Lazer), Antônio Carlos de Souza (Agricultura, Pecuária e Abastecimento); pelo presidente da Emater, Pedro Leonardo Rezende; e pela diretora-geral da OVG, Adryanna Caiado.
Como participar
 
Lançada no dia 19 de março pelo Governo de Goiás, a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus é uma rede de apoio aos mais carentes que vai atuar enquanto houver situação de emergência em saúde pública no Estado. A doação de alimentos pode ser entregue em todas as secretarias, agências e fundações estaduais, além da sede da OVG, no Setor Bueno, em Goiânia.
Também são pontos de arrecadação, na capital e nas cidades do interior, os quartéis do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e as delegacias da Polícia Civil.
Quem quiser contribuir com dinheiro, pode doar qualquer valor por meio da Plataforma do Voluntariado (ovg.org.br/voluntariado) ou de depósito bancário: Banco Bradesco – 237; Agência: 0244; Conta Corrente: 45059-6; Razão Social: Organização das Voluntárias de Goiás; CNPJ: 02.106.664/0001-65. A prestação de contas está detalhada no Portal do Voluntariado.