Política

Governo de Goiás efetua pagamento da parcela de dezembro do PróAtleta

Class News
Programa que beneficia 600 desportistas do Estado de Goiás investiu R$ 2,25 milhões em bolsas em 2019
O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), quitou na última segunda-feira, 23, a última parcela do Pró-Atleta 2019, referente ao mês de dezembro. Com a meta atingida e o cronograma estabelecido cumprido, o programa fecha o ano com o investimento total de R$ 2,25 milhões, que auxiliou 600 atletas goianos de alto rendimento em treinos e competições.
A lista oficial de atletas contemplados para esta temporada foi divulgada no mês de abril e atendeu a normas de documentação estabelecidas pela Secretaria, com critérios técnicos e o ranking enviado por cada federação esportiva. As parcelas começaram a ser pagas no mês de agosto, sendo duas a cada mês, tendo sido quitadas oito até o mês de novembro, obedecendo ao cronograma programado. A última parcela foi paga em dezembro.
Para o secretário de Esporte e Lazer, Rafael Rahif, o cumprimento do Pró-Atleta é uma vitória da pasta, que foi recriada pelo governador Ronaldo Caiado, em seu primeiro ano de gestão. “O Pró-Atleta é fundamental para que Goiás consiga resultados esportivos em âmbito nacional e até internacional. Para Goiás é um investimento, pois o esporte é uma das formas mais eficientes de levar o nome de um Estado para outros lugares. Nós vemos os atletas goianos como parceiros da nossa gestão”, avaliou o titular da pasta, que garantiu a continuidade do programa em 2020.
Para lançar o Pró-Atleta em 2019, a Seel precisou levantar a prestação de contas do programa, que estava pendente desde 2011. Com a casa em ordem, a intenção da pasta é ampliar o número de parcelas para 2020. “O papel da Secretaria é fomentar o esporte e o atleta goiano. Mas temos que fazer as coisas do jeito certo, com transparência e critério. Tanto que estabelecemos neste ano a prestação de contas mensal, para acompanharmos se os recursos estão sendo aplicados de acordo com a Lei. Sabemos que o calendário esportivo não dura apenas alguns meses, mas sim o ano inteiro. Vamos buscar dar uma cobertura maior em 2020”, decretou o secretário.
Os parâmetros adotados este ano serão replicados em 2020, a partir do lançamento do programa, já no mês de janeiro, quando vai se iniciar o processo para a escolha dos contemplados.
O Programa
As 600 bolsas do Pró-Atleta foram divididas em três categorias, com valores diferentes. A estudantil, para atletas em idade escolar, contemplou 250 bolsas, com o valor de R$ 250 cada. A Estadual, para atletas que disputam competições pelo Estado de Goiás, abarcou 300 atletas, que receberam R$ 500 por parcela. Já a categoria Nacional contemplou 50 atletas de alto rendimento, que participam de competições fora do Estado, e receberam R$ 750 por parcela.
A receita do Pró-Atleta é destinada pelo Fundo Protege, do Governo de Goiás. Ao todo, 45 modalidades tiveram atletas contemplados no programa, sendo o handebol a de maior número, com 55 bolsas. Além disso, desportistas de 50 cidades goianas foram beneficiados.
Para o atleta Fernando Manresa, que conquistou o Mundial Miltar de taekwondo, em Chengdu, na China, o apoio do programa é indispensável na manutenção de atletas de alto nível em competições. “Equipamentos esportivos demandam um custo alto, e também temos diversas competições que temos que participar para estarmos bem ranqueados. O auxílio entra nessa parte de viagens e hospedagens, pois sem ele essa rotina seria inviável”, ressaltou o lutador.
Das 600 bolsas, 10% estão destinadas ao paradesporto, que vem passando por uma revolução na nova gestão da Seel. “O atleta no paradesporto, de uma forma geral, necessita mais de incentivo para continuar no esporte. Nesse sentido, o Pró-Atleta é fundamental. Não teria como manter os custos com treinamento e competições sem a bolsa”, ressaltou Jani Freitas, atleta do vôlei sentado e medalhista de bronze nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, e prata no Para-Pan de Lima, em 2019.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *