Política

Governo de Goiás premiará escolas do projeto Estudantes de Atitude com R$ 100 mil

Class News

No encerramento da Semana de Combate à Corrupção, o governador Ronaldo Caiado fará nesta segunda-feira, 9/12, a divulgação e premiação das escolas estaduais vencedoras do projeto Estudantes de Atitude. A festa, que ocorre a partir das 9 horas, no Teatro Goiânia, contará com a presença de mais de 500 alunos dos 15 colégios finalistas

Os 10 primeiros colocados, de um total de 105, dividirão premiação de R$ 100 mil, sendo R$ 30 mil para o campeão, R$ 20 mil para o vice-campeão, R$ 10 mil para o terceiro e R$ 5 mil do quarto ao décimo classificados. Também será oferecida uma viagem para Caldas Novas a 80 alunos das escolas que se sagrarem campeã e vice-campeã.
O projeto Estudantes de Atitude é uma ação do Governo de Goiás, por meio da Controladoria-Geral do Estado (CGE-GO) e da Secretaria Estadual de Educação (Seduc-GO), que tem o objetivo de estimular na comunidade escolar práticas relacionadas à transparência, controle social, voluntariado, consciência ambiental e prevenção à corrupção. O projeto é uma gincana que possibilita ao aluno visualizar a escola a partir de um olhar cidadão e de pertencimento, por meio de diversas etapas como auditoria cívica, experiência cultural, missão especial e tarefa especial.
Essa primeira edição, que serviu de piloto, contou com a participação de 105 escolas públicas estaduais (103 do ensino regular e 2 do sistema socioeducativo) e movimentou mais de cinco mil alunos de 25 municípios de sete coordenações regionais da Seduc – Goiânia, Aparecida de Goiânia, Inhumas, Trindade, Goiás e Rio Verde. A metodologia adotada para execução do projeto se baseia em um modelo de gamificação, executado por meio de uma competição entre as escolas, com o objetivo de incentivar e engajar os alunos a desenvolverem intervenções inovadoras, transformadoras e coletivas nas unidades.
Formação de times
Após receber capacitação da CGE, 270 professores líderes dos times assumiram a função de orientadores do projeto na escola e montaram equipes compostas por, no mínimo, 40 estudantes. Com as equipes formadas, os alunos foram motivados a debater e executar ações práticas de cidadania, transparência e controle social, tendo como desafio promover uma mudança estrutural e comportamental no ambiente escolar.
Apoiada por um relatório com informações da auditoria cívica realizada pelos próprios alunos, com participação direta de 5.376 estudantes, a comunidade escolar (alunos, professores, pais, vizinhança e voluntários) foi desafiada a desenvolver uma melhoria estrutural na escola. Foi aí que o Estudantes de Atitude mostrou engajamento e mudanças profundas em dezenas de unidades.
Revolução nas escolas
Ao entender que situações como depredação de janelas, carteiras, quadros, portas, pias, torneiras e vasos são causadas por eles, os estudantes se propuseram a revitalizar áreas e móveis das unidades escolares. Entre as mais de uma centena de ações finalizadas e encaminhadas para avaliação, estão a reforma e revitalização de salas de aula, pátios e banheiros; urbanização das áreas externas; construção de quadras e arquibancadas e até a construção de uma biblioteca e a edição de um livro com textos sobre cidadania, escrito por alunos do 6° ano à 3ª série do ensino médio de um dos colégios. Tudo planejado e executado a partir da ação dos próprios estudantes.
Também foram realizadas no decorrer do projeto ações conduzidas em parceria com outros órgãos. No caso do programa Olho no Óleo, desenvolvido pela Saneago, 71 escolas foram responsáveis pela captação de 14.500 litros de óleo de cozinha usado, encaminhado para descarte apropriado, colaborando diretamente com a preservação ambiental. Outra etapa foi a participação no Game da Cidadania, desenvolvido pela CGU, no qual mais de 5 mil estudantes goianos participaram da atividade, o que deixou Goiás como o estado com maior representatividade no game no país, superando em muito o segundo colocado, São Paulo, com 1.600 participantes.
De acordo com o subcontrolador de Transparência, Controle Social e Ouvidoria da CGE, Diego Ramalho, o projeto Estudantes de Atitude se mostrou uma iniciativa transformadora, na medida em que promove uma cultura participativa e cidadã, além de gerar benefícios diretos para a gestão pública, melhorando a eficiência dos recursos aplicados na rede estadual de ensino. Para Diego, ele apresentou benefícios diretos não apenas para o sistema estadual de educação, mas para toda a sociedade, considerando o fato de que os jovens, ambientados com os princípios da cidadania, podem executar intervenções transformadoras em outras áreas da vida pública.
Serviço:
Encerramento da I Semana de Combate à Corrupção e Premiação do Projeto Estudantes de Atitude
Data: 9 de dezembro
Horário: a partir das 9 horas
Local: Teatro Goiânia

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *