Viagem

O Futuro do Turismo em Goiás será Tema de Convenção

Class News

Evento vai reunir profissionais do setor para debater um dos segmentos da economia estadual responsável pela contratação de 3,9% dos empregos formais

Giovanna Tavares

O turismo e a economia que gira em torno dele estarão em pauta na 2ª Convenção Goiana dos Turismólogos, Estudantes e Profissionais de Turismo (CGTUR) que acontece no dia 6 de setembro, às 18h, no Teatro do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG).

O evento gratuito, que é uma realização da Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo (ABBTUR seccional Goiás), vai discutir os desafios contemporâneos do profissional em turismo, em todas as esferas, possibilitando o desenvolvimento e a integração dos diversos envolvidos com a área, dinamizando a integração entre os profissionais, academia, a sociedade e as instituições governamentais. O tema do evento desta edição é “O futuro do turismo refletindo sobre a profissão”. A convenção também antecipa as comemorações ao Dia Nacional do Turismólogo e ao Dia Mundial do Turismo, ambas acontecem no dia 27 de setembro.

A presidente da ABBTUR Goiás, Giovanna Tavares, que também é coordenadora do Observatório do Turismo do Estado de Goiás afirma que o turismo vem se transformando e a gestão estratégica desses municípios com vocação turística, empreendimentos turísticos, de lazer, de hospedagem, de eventos e de negócios requer cada vez mais ações diferenciadas e que se identifiquem com atividade do Turismo. “Compreender, desenvolver e gerir um negócio exige múltiplos conhecimentos e tomadas de decisões para o desenvolvimento, crescimento e manutenção do mesmo”, destaca. “Ao realizar a segunda edição do congresso, a ABBTUR Goiás visa estreitar as relações de mercado, valorizando o profissional do turismo e promover a importância da categoria para o País, face às nossas potencialidades turísticas e a necessidade que temos de investir em setores capazes de gerar emprego e renda”, argumenta.

Segundo informações do Ministério da Economia, o estado de Goiás fechou o ano de 2017 com 158.093 empresas em funcionamento. Desse total, 9.360 são empresas formais vinculadas as atividades caraterísticas do turismo. Estas empresas respondiam por 5,9% dos estabelecimentos em atividade no Estado. Em termos de empregos conforme, haviam 1.515.422 pessoas empregadas em Goiás, as empresas vinculadas as atividades características do turismo empregavam 59.748 pessoas, o que representa 3,9% dos empregos formais.

Conforme dados do Boletim de Dados do Turismo em Goiás em 2018, os três principais destaques no período de 2013-2017 são os municípios de Caldas Novas, na Região das Águas Quentes, com a abertura de 611 empregos, em seguida Pirenópolis, com geração 378 empregos, e Rio Verde com 247 empregos. Estes dois últimos municípios estão situados na Região do Ouro e Cristais e Pegadas no Cerrado, respectivamente.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *