Política

Lincoln Tejota defende “Ação Incisiva e Cirúrgica” contra criminalidade

Class News

Vice-governador afirma durante troca do Comando-Geral da Polícia Militar que “nossa população não aguenta mais os abusos por parte da criminalidade”. 

Segundo afirma, não basta apenas ministrar remédios para a doença, mas “operar e remover o tumor”. Ele destacou importância da decisão do governador Ronaldo Caiado no sentido de equiparar salários das forças de segurança, acabando com o profissional de terceira classe­­. 

O vice-governador, Lincoln Tejota, afirmou, durante posse do coronel Renato Brum dos Santos como comandante-geral da Polícia Militar que “nossa população não aguenta mais os abusos por parte da criminalidade e a inoperância por parte do Estado”. Segundo declarou, não basta apenas ministrar remédios para a doença, mas “operar e remover o tumor”, numa referência ao discurso do governador Ronaldo Caiado, que é médico, e que foi enfático ao dizer que a hora não é de contemporizar e sim de ir à causa do problema.

Lincoln Tejota destacou a importância da decisão do governador no sentido de equiparar salários das forças de segurança, acabando com o profissional de terceira classe.  “De imediato, o governo vai equiparar os salários dos policiais de terceira classe”, afirma.

 O governador Ronaldo Caiado disse conhecer as deficiências da Polícia Militar de Goiás e que não decepcionará os policiais. “Serei governador para garantir a segurança do meu povo; não posso admitir que facções e criminosos venham tomar conta de bairros e cidades no nosso estado”, enfatizou. Ele falou também que saberá reconhecer o trabalho da PM. “Como homem de formação republicana sei que a instituição não é partidária, nem política”, disse.

Discrepância

Segundo Lincoln Tejota, “de imediato, o governo vai equiparar os salários dos policiais de terceira classe com os dos demais soldados”, a fim de corrigir o que chamou de “discrepância”. Conforme disse, a mensagem do governador propondo a equiparação será enviada à Assembleia Legislativa imediatamente.

“Vamos dar as condições necessárias a esses profissionais, e, a partir daí, nós seremos guiados pela própria polícia, uma vez que é a polícia que tem condições de nos informar o que precisa ser feito”, disse Tejota. “Quem entende de segurança é o nosso secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, e as forças policiais”, acentuou.

Para o vice-governador, é fundamental o governo reconhecer a importância dos profissionais da segurança pública. “Nós sabemos que se há ordem no estado isso se deve às forças policiais, e é preciso reconhecer não só com palavras, mas por meio de investimentos, de valorização, dando retaguarda para os policiais”, declarou. “Não podemos mais admitir que um policial seja prejudicado a partir do momento em que ele age em nome do Estado, temos que dar a retaguarda e equipar nossas polícias”, completou.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *