Cultura

Segunda edição da Feira de Arte Goiás

 

 

 

A Feira de Arte de Goiás (Fargo) chega a sua segunda edição com programação e espaço ampliados, dos dias 24 a 28 de outubro, ocupando toda a Vila Cultural Cora Coralina. Além de mais espaço, a segunda Fargo ganhou mais dois dias de exibição.

 

 

Este ano, serão 30 estandes que vão reunir profissionais, artistas e expositores que fazem parte da cadeia produtiva das artes, como fábricas e lojas de molduras e insumos artísticos, livrarias e editoras com publicações no campo das artes, fotógrafos, jornalistas, leiloeiros, galeristas, colecionadores especializados e qualquer um – profissional ou estudante – que tenha interesse na produção artística e nos seus produtos. O projeto conta com vários parceiros culturais e institucionais na sua viabilização, mas o principal aporte se dá via editais públicos de cultura, como o Fundo de Arte e Cultura de Goiás (FAC-GO) e a Lei Goyazes de Incentivo à Cultura.

Durante a Fargo haverá som ambiente com DJs convidados e, todos os fins de tarde, pocket shows musicais com ritmos como chorinho, jazz, blues e MPB, além de uma área de convivência com alimentação, café, bebidas em geral, comidinhas, guloseimas e doces. O evento, idealizado pela Arte Plena Produções, tem a curadoria de Sandro Tôrres, diretor da Arte Plena Produções Culturais, Gilmar Camilo, curador do Museu de Arte Contemporânea de Goiás (MAC-GO) e Ester Krivkin, divulgadora nacional.

A primeira edição da Fargo, em 2017, superou as expectativas dos realizadores e recebeu um público estimado de dez mil pessoas. “O desafio da implantação foi recompensado com a adesão da comunidade artística, do empresariado, das instituições, dos estudantes e dos jovens e do público em geral”, avalia Wanessa Cruz.

Para a segunda edição, a aposta é ainda mais ousada, já que a feira ganhou mais dois dias, mais espaço e uma programação ampliada de palestras e rodas de conversa.

A Fargo pretende fomentar o mercado em torno das artes visuais a fim de fortalecer as relações produtivas e comerciais em torno deste segmento. “Percebemos, na primeira edição, que a produção das artes em Goiás existe em profusão e em qualidade. A Fargo possibilita visibilidade e possibilidade de negócios e da comercialização desta produção”, explica Wanessa Cruz.

Além dos artistas goianos, a Fargo também envolve as universidades e faculdades que oferecem cursos em áreas relacionadas – artes visuais, design e arquitetura – e emite certificado de participação para os alunos. “Esta aproximação é necessária como instrumento de formação de público”, observa Sandro Tôrres.

Galerias de artes

A feira contará com a participação de diversas galerias do Brasil, como:

► Oto Reifschneider Galeria, de Brasília;

► A Casa da Luz Vermelha (do fotógrafo nacionalmente conhecido Kazuo Okubo);

► Mapa Galeria (do galerista Marcelo Pallotta), de São Paulo;

► Galeria Luiz Fernando Landeiro Arte Contemporânea;

► Galeria Almeida & Dale, de São Paulo.

A FARGO vai selecionar os artistas mais representativos, com artistas jovens e nomes consagrados, tanto locais quanto nacionais.

Seminário

Paralelamente à Feira, no auditório da Villa Cultural acontecerá a terceira edição do III Seminário Nacional O Campo das Artes – Bastidores da Criação, um evento de formação com palestrantes locais e nacionais com ampla experiência e reconhecimento. Os temas das palestras são Confluências de Linguagens – Arte, Arquitetura, Design, Arte Engajada – Poéticas MistasSistemas de Arte – Novos Meios, Novas PlataformasMercado, Ambições, CarreirasGravura, Ilustração, Animação, HQ. Entre os palestrantes já estão confirmados os seguintes nomes:

Leo Romano (GO) – arquiteto e designer,Waldick Jatobá (SP) – designer e curador de design, Fabiana Queiroga (GO) – artista e designer,Renato de Cara (SP) – diretor do Museu da Cidade e curador, Kdu dos Anjos (MG) – performer e ativista social, Guilherme Werneck (SP) – crítico e jornalista,Helena Bagnoli (SP) – crítica e jornalista,Renato Negrão (MG) – performer e escritor, Mariana de Matos (PE) – artista visual e escritora,Márcio Jr (GO) – artista, escritor e cineasta, Celma Paese (RS) – arquiteta e professora,Zé César (GO) – artista e professor,Oto Reifschneider (DF) – curador de arte e galerista, Márcia Deretti (GO) – curadora de cinema e cineasta,Samuel Casal (SC) – ilustrador;Sonia Rodrigues (SP) – gerente da Arjowiggins para a América Latina, eGregory Kravchenko (GO) – engenheiro de produção e designer.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *