Política,Sem categoria

“A prática da ética, da dignidade, da solidariedade ao próximo e do espírito republicano não estão vigentes no estado”, exclama Caiado em sabatina da ACIEG

Em sabatina realizada pela ACIEG, em parceria com o Fórum Empresarial e LIDE, na noite da última quinta-feira, 27, o candidato ao governo de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) expôs propostas para sua gestão e respondeu pergunta das entidades parcerias da associação. Caiado mostrou preocupação com a situação fiscal do estado e falou sobre propostas para áreas importantes da gestão, como saúde e segurança. O anfitrião do evento, presidente da ACIEG, Euclides Siqueira abriu a sabatina elogiando a união do empresariado goiano e relatou a importância da manutenção da parceria das entidades com o governo do estado, de forma transparente, ética e com objetivo de expandir as conquistas em prol da sociedade economicamente ativa. Euclides registrou também o pilar de atuação da Acieg, que visa a defesa incondicional do empresariado e a união para vencer desafios. O presidente da associação falou de alguns pleitos da instituição, como redução de juros, segurança jurídica e combate a informalidade.
O candidato Ronaldo Caiado iniciou a sabatina falando sobre a realidade fiscal do estado de Goiás. De acordo com o governadoriável, até poucos dias, o governo relatava um equilíbrio nas contas públicas, porém, na data de ontem, os goianos receberam a notícia que existem R$ 60 milhões em atraso só referente ao programa bolsa-universitária. “É um risco para mais de 20 mil universitários. Se houvesse estabilidade, o HUGO não estaria fechado, impedindo a entrada de pacientes graves”, mostrou indignação. Segundo o senador, o estado não regionalizou a saúde e os casos mais complexos dependem do atendimento do hospital de urgência da capital. “Goiás tem uma dívida consolidada de mais de R$ 18 bilhões de reais. No primeiro quadrimestre de 2018 já foi registrado um déficit de R$ 350 milhões. A peça orçamentária de Goiás é uma ficção”, comentou o parlamentar.
“Existe uma norma constitucional que impõe investimento de 25% do orçamento em educação e 12% em saúde. Essa regra não está sendo cumprida no estado de Goiás nos últimos quatro anos. O estado está em déficit com essas duas áreas”, relatou o candidato.
Caiado também se mostrou preocupado com a déficit de vagas de emprego no estado. De acordo com o senador, um dos primeiros passos depois de eleito é formalizar um convênio com todo o Sistema S. “Vamos promover um convênio pleno, buscando eficiência, lotando as salas de aula e dando aos jovens oportunidades para se qualificarem, para que tenham um ganho salarial, muitas vezes até maior do que profissionais que possuem curso superior”, frisou o candidato.
Sobre segurança pública, Ronaldo Caiado apresentou propostas objetivas, como investimento na inteligência da Polícia Civil, recuperação da Polícia Militar, com equidade de salários, núcleo de combate à corrupção e de enfrentamento ao crime organizado. Caiado também ressaltou a importância do estado assumir as desigualdades em diferentes regiões de Goiás. “Temos que ser eficientes e ao mesmo tempo aliados e compromissados com as pessoas que não tiveram as mesmas oportunidades que nós. Garantir condições mínimas de segurança, oportunidades de emprego e qualidade na educação e saúde. Assim evitamos que essa população seja sequestrada pela criminalidade”, esclareceu o candidato.
Caiado falou do compromisso de resgatar a Controladoria Geral do Estado e implantar o compliance público em todas as secretarias da administração. “Vivemos uma realidade onde assistimos escândalos sucessivos. A prática da ética, da dignidade, da solidariedade ao próximo e do espírito republicano não estão vigentes no estado. No nosso governo vou priorizar a boa aplicação do dinheiro público e centavo a centavo será explicado”, afirmou.
‘Um governante tem que ter autoridade moral. Para poder chamar a parceria de funcionários públicos, o gestor tem primeiro que cortar na carne. Inaceitável o estado, na crise que vive, dar espaço a mordomias, luxos, e situações que não são compatíveis com momento econômico que estamos vivendo”, completou Caiado.
O senador reafirmou compromissos com os empresários de elevar o estado de Goiás como o motor de desenvolvimento do país. “O empresariado goiano é competente, ousado, com capacidade criativa, sempre em busca de soluções para os problemas. A região centro-oeste é estrategicamente bem posicionada. A condição de crescimento está focada na nossa região. Vamos dar bons exemplos, buscando oportunidades para os jovens e avançando em áreas como tecnologia e inovação”, avalizou o democrata. O candidato lembrou também que é necessário recuperar a classificação de Goiás na Secretaria do Tesouro Nacional para que Goiás tenha acesso a empréstimos para avançar em alguns investimentos em áreas estratégicas para o setor produtivo. Caiado enfatizou que o governo vai buscar parcerias e facilitar a vida dos empresários goianos.
Questionado pelo grupo Mulheres do Brasil, se no plano de governo existe alguma proposta de iniciativa econômica que possa incentivar uma forma de empreendedorismo pelas mulheres, sendo que, de acordo com o grupo, mais de 60% dos lares são chefiados por mulheres no estado de Goiás e que muitas acabam desenvolvendo um empreendimento amador, Caiado afirmou que pretende direcionar investimentos do Fundo de desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO) e do Banco do Povo para fomentar essas iniciativas e garantir mais oportunidades para as goianas.
Caiado encerrou a sabatina reafirmando o compromisso de ajudar a fortalecer o setor da indústria e comércio em Goiás. “Tenho consciência do que é governar um estado, tenho noção do que é a dependência do estado junto as estruturas da União e sei que ninguém governa sozinho. É por isso que faço questão de dividir a responsabilidade com todos os empresários. Vocês sabem do meu compromisso e da minha atuação no Congresso pelo fortalecimento do setor da indústria e comércio”, finalizou o candidato.

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *