Gastronomia

Da Argentina à Coréia: um tour gastronômico com os melhores pratos típicos do mundo!

Class News

A gastronomia é tão importante para o cenário cultural de qualquer nação que é definida como uma atração turística por si só. Viajar para o exterior e não provar pelo menos um prato típico do destino visitado é voltar para casa com uma viagem incompleta. Para você não cometer esta gafe, listamos os 9 mais famosos pratos típicos do mundo. Assim, você já sabe o que deverá fazer parte do seu cardápio/roteiro quando estiver de viagem marcada para algum destes países.

Pot-au-feu – França

No bom português, pot-au-feu quer dizer panela no fogo e na linguagem culinária pode ser apresentado como carne de panela. Nós também temos a nossa carne de panela e com vários complementos, mas na França, a receita tem um sabor todo especial, por ser preparada com ingredientes tipicamente franceses e de um jeito único. O ensopado de bife é acompanhado por vegetais de raiz e especiarias. Tradicionalmente, os cozinheiros peneiram o caldo para servi-lo separadamente da carne. Para provar esta delícia em Paris, a dica é almoçar ou jantar no “Le Pot au Feu”, pertinho da estação de metrô Pasteur.

Ackee e Peixe Salgado –  Jamaica

A história do ackee está diretamente relacionada com o período de escravidão da Jamaica, o que não impede os jamaicanos de se orgulharem do fruto. A fruta nutritiva, que tem um gosto amanteigado de noz, é cozida e fica com um aspecto similar aos ovos mexidos, depois de pronto. Para preparar seu prato típico mais famoso, os cozinheiros da Jamaica refogam o ackee com bacalhau curtido com sal, cebola e tomate. Dependendo do restaurante, pode vir acompanhado de bolos de mandioca com banana frita. A dica é saborear esta delícia gastronômica em um restaurante à beira-mar.

Bulgogi –  Coréia do Norte / Coréia do Sul

Bulgogi também significa carne de fogo e é um prato formado por finas fatias de cortes nobres de carne, marinadas em uma mistura de molho de soja, óleo de gergelim, alho, cebola, gengibre, açúcar e vinho. Para finalizar, a carne é grelhada. Geralmente, é servido enrolado com folhas de alface ou espinafre e acompanhado por kimchi (fermentado de picles).

Goulash – Hungria

A receita original pode ter sido criada em 1800, quando os húngaros procuraram símbolos da identidade nacional para se diferenciarem dos seus parceiros no Império Austro-Húngaro. Foi assim que surgiu este suculento guisado recheado de carne, legumes, cebolas vermelhas e especiarias. O toque especial do goulash está no uso de canela cozida lentamente com carne e na pitada de outras iguarias como páprica.

Wiener Schnitzel – Áustria

Bem parecido com o bife empanado, o prato mais tradicional da Áustria é preparado com os melhores ingredientes e servido fresco. As costeletas de vitela à milanesa são marteladas e levemente fritas. Austríacos geralmente comem Wiener Schnitzel decorado com salsa e rodelas de limão, juntamente com salada de batata.

Pudim de Yorkshire – Inglaterra

Apesar de cozinha cada vez mais cosmopolita da Inglaterra, o Pudim de Yorkshire continua sendo o protagonista do cardápio nos almoços de domingo dos ingleses. O nome é uma homenagem ao município onde foi criado, há muitos anos atrás, com o objetivo de garantir sustância ao prato principal daqueles que não tinham condições de comprar muita carne. Hoje, é comum o pudim vir acompanhado de carne, batata assada e outros legumes. E ao contrário do pudim brasileiro, o de Yorkshire é salgado e preparado a partir de uma mistura de leite, ovos e farinha de trigo. Como surgiu em uma época de escassez, sua receita original aproveitava a gordura e o molho do rosbife.

Irish Stew – Irlanda

Outro guisado para a nossa lista. O Irish Stew ou simplesmente guisado irlandês é um caldo grosso de carne de carneiro cozido com cebola, batata e salsa. Nas cozinhas que não seguem à risca os ingredientes originais da primeira receita, o preparo inclui outros legumes, como cenoura, e muitos cozinheiros começam cozinhando a carne, para depois acrescentar os outros ingredientes.

Paella – Espanhã

O prato típico mais famoso da Espanha é, sem dúvida, a Paella. Lembra um risoto, preparado originalmente com arroz, azeite e açafrão. Depois de ganhar fama no litoral do país, a receita foi incrementada com ingredientes à base de frutos do mar, como camarão, lula, mexilhão e polvo. Dependendo da região onde for preparado, o prato pode ter ainda pedaços de frango, carne de porco e muita pimenta.

Locro – Argentina

Muito requisitado por turistas que querem provar o melhor da culinária argentina, o Locro é um prato típico de outros países latinos, como Peru e Equador. O ensopado é preparado com abóbora, feijão e milho e tem pedaços de carne e ervas como complemento.

Nossa Receita : Paella Valenciana

NGREDIENTES

  • 1/2 kg de frango
  • 1 kg de polvo
  • 1 kg de lula
  • 2 kg de mexilhão
  • 1/2 kg de camarão médio
  • 1/2 kg de arroz parboilizado
  • 2 unidades de cabeça de alho grande
  • 3 unidades de tomate para molho
  • 1 unidade de pimentão amarelo
  • Açafrão e sal a gosto

DECORAÇÃO:

  • 6 unidades de camarão grande ou lagostim grande
  • 6 unidades de mexilhão com casca
  • 1 unidade de pimentão vermelho
  • 1 unidade de tomate

MODO DE PREPARO

PARTE 1: 15 MINUTOS:

  1. Coloque a metade dos alhos para dourar no azeite
  2. Acrescente os frangos temperados
  3. Cozinhe até dourar
  4. Reserve o frango
  5. Em uma panela a parte cozinhar o mexilhão com casca e o camarão grande

PARTE 2: 20 A 30 MINUTOS:

  1. Coloque a metade dos alhos para dourar no azeite
  2. Acrescente as lulas
  3. Cozinhe até dourar

PARTE 3: 40 A 50 MINUTOS:

  1. Acrescentar o polvo, frango e o mexilhão
  2. Acrescentar água do camarão até cobrir os ingredientes
  3. Acrescentar o tomate e pimentão picados
  4. Deixar ferver até pegar gosto e ficar suculento

PARTE 4: 20 A 30 MINUTOS:

  1. Colocar água fria (3 de água para 1 de arroz) e alçafrão
  2. Colocar o arroz
  3. Espelhar o camarão médio
  4. Enfeitar a gosto
  5. Cobir com papel alumínio

DECORAÇÃO:

PARTE 5: 20 MINUTOS:

  1. Ferver água com sal
  2. Cozinhar os caramões grandes inteiros ou lagostim até ficarem avermelhados
  3. Cozinhar o mexilhão com casca

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *