Gastronomia

GastroCopa – Sugestões para o seu paladar!

Class News

Para o primeiro jogo oficial do Brasil, o mais bacana é que acontecerá durante o período da tarde, ou seja, já é possível começar a degustar um bom vinho sem medo do horário ou a tradicional cerveja. Vale lembrar ainda que muitos brasileiros são normalmente dispensados do trabalho quando os jogos da seleção acontecem nesse período do dia. Se nos campos ainda não sabemos quem vai ganhar, na taça de vinho a vitória já é garantida e nas tulipas também: dá Brasil! E sabe o motivo? A Suíça não é um país que exporta muito as bebidas, apesar de ser uma produtora muito importante na Europa. Aqui a melhor pedida é escolher um vinho e um espumante brasileiro, já as cervejas temos para todos os gostos. E como aperitivo? Como um bom Brasileiro, a famosa Caipirinha ou batidas com nossas frutas tropicais.

Quando falamos em culinária russa, muita gente pode imaginar pratos exóticos e totalmente estranhos ao paladar brasileiro. Porém, a verdade é que, quando se trata de gastronomia, a Rússia tem muito mais em comum com os brasileiros do que se pode imaginar. Que tal o nome ‘Stroganov’? Soou familiar? Feitos para aguentar um rigoroso inverno, os pratos costumam ser cheios de nutrientes. Além do mais, são servidos bem quentes, ótimo para serem servidos até mesmo aqui no Brasil já que estamos em uma época bem fria. Isso aguçou a sua curiosidade? Então confira uma seleção apetitosa que são típicos da Rússia e aproveitem os jogos que estão acontecendo!

Shashlyk

Quem disse que só no Brasil tem espetinho? A Rússia também tem no seu menu típico um prato parecido com o nosso, mas o de lá está mais para um kebab. O Shashlyk trata-se de um pequeno espetinho de carne (geralmente, de cordeiro), em que também são acrescentados vegetais, como cebola, abobrinha e tomate. Ele também é um prato que costuma ser feito do lado de fora de casa, como nosso churrasco, e para comer com amigos ou a família. Geralmente, é servido com molho de romãs e um pão de massa fina.

Blini

Esta receita com certeza vai deixar todo mundo com vontade. Blini são panquequinhas russas, que aliás foram adotas pela culinária francesa. A massa é preparada basicamente com farinha, ovos e leite, depois são colocadas na frigideira e servidas com recheio, que pode ser salgado ou doce. Alguns exemplos de recheios comuns são cogumelos, carnes, frutas silvestres, creme de leite, cebola e batatas, peixe, mel, geleia, caviar, queijos, etc.

Golubtsi

Outro prato bem apetitoso e bem familiar é o Golubtsi, que é basicamente um charutinho russo. A iguaria é extremamente tradicional no país e consiste em folhas de repolho recheadas com carnes suína, bovina, arroz e legumes – bem parecido com o charuto da culinária árabe.

Frango à Kiev

Um dos pratos mais famosos quando pensamos em gastronomia russa, o Frango à Kiev tem um resultado delicioso e prático de preparar. Ele é feito com o peito de frango, que é recheado com manteiga e ervas finas, e pode ser servido empanado, frito ou assado. A receita é considerada típica da Ucrânica, cuja capital é Kiev – por isso o nome, que remete à Rússia Czarista. O Frango à Kiev foi, por um bom tempo, um dos pratos mais sofisticados nos cardápios, e dava um toque de elegância aos eventos chiques da região. Já outra vertente de historiadores afirma que o prato não tem origem russa e, sim, francesa. E que a Imperatriz Elizabeth Petrovna, da Rússia, gostava tanto da culinária francesa que contratava cozinheiros franceses ou enviava os seus cozinheiros russos para aprender a culinária típica do país europeu.

Draniki

Mais uma opção bem saborosa de petisco! O Draniki é uma panqueca russa feita de batata e cebola, popular também nos países do leste europeu. Essa panqueca é feita com uma massa de ovo batido, batata roxa ralada, cebola e alho picados. Para engrossar a massa até o ponto desejado é acrescentada farinha de trigo. Diferentemente das panquecas tradicionais, ela não leva recheio e depois de frita é servida aberta acompanhada de Smetana – molho de creme de leite e iogurte desnatado.

Stroganov

Stroganov, soou familiar? Pois é, o prato que hoje conhecemos no Brasil como Estrogonofe tem origem russa, mesmo que tenha mudado muito até chegar aqui. O prato é composto de cubos de carne bovina em um molho de creme de leite azedo, com cogumelos paris. Desde suas origens, no século XIX, o prato popularizou-se em muitos países da Europa, e são servidos com uma generosa porção de Pirozhki.

Pirozhki

Pirozhkis são pãozinhos assados no forno e recheados de carne e ovos. A massa é bem macia e costuma-se comer como acompanhamento de algum prato principal, tradicionalmente com o Stroganov.

Vinegret

O nome é familiar, certo? A Vinegret é uma das saladas russas mais famosas. Lembra muito a nossa vinagrete, porém a de lá é preparada com beterraba, batata, cenoura, picles e ervilha.

Mushroom julienne

Com um sabor semelhante ao estrogonofe, mas sem carne, o Mushroom Julienne é um prato cremoso de cogumelos é encontrado em quase todos os menus como um aperitivo quente. É feito com cogumelos finamente fatiados, queijo, creme azedo e queijo gratinado em cima.

 

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *