Viagem

Walt Disney World Resort – o verdadeiro império da diversão !

Class News

Ele é o verdadeiro império da diversão. O Walt Disney World Resort, na Flórida, é literalmente a realização dos sonhos de crianças e adultos. São quatro parques temáticos (Magic Kingdom, Animal Kingdom, Hollywood Studios – antigo MGM – e Epcot), dois parques aquáticos (Blizzard Beach e Typhoon Lagoon), um centro comercial (Downtown Disney), cinco campos de golfe e 34 hotéis que formam um verdadeiro megacomplexo de lazer. Consagrado como um dos principais destinos turísticos do planeta, a Disney recebe cerca de 40 milhões de pessoas todos os anos. Os parques do complexo (que na verdade ficam no município vizinho de Orlando, em Lake Buena Vista) ocupam uma área de 12. 200 hectares (o equivalente a duas ilhas de Manhattan), onde antes existia um pântano sem graça, e ganham novidades todos os anos, já que sempre há muita coisa sendo inventada por lá. Que digam os imagineers, engenheiros que têm a função de bolar as atrações e dar vida ao que antes só fazia parte do nosso imaginário. Pena que Walter Elias Disney não viu seu último sonho realizado. Ele morreu em 1966, cinco anos antes da inauguração do Magic Kingdom, o primeiro parque temático do pedaço. Conheça os parques temáticos,  e várias opções de divertimento: Um verdadeiro conto de fadas real !

Magic Kingdom – O Magic Kingdom (MK) é sem duvida o principal parque de Orlando, tanto é que muitas vezes as pessoas se referem a ele como “a Disney World”. Esse parque é baseado na Disneyland, que fica na Califórnia e é dividido entre 6 regiões, também chamadas em inglês de ‘lands’: Main Street, Adventureland, Frontierland, Liberty Square, Fantasyland e Tomorrowland. Cada uma dessas regiões tem seu clima, sua música de fundo, seu ritmo próprio, que faz o Magic Kingdom parecer um dos maiores parques do complexo Disney em Orlando. Na realidade o Magic Kingdom é o segundo menor parque, só ganhando do Hollywood Studios. É recomendado chegar no Magic Kingdom antes da abertura do parque, para ver o show que acontece em frente ao castelo com a presença de vários personagens. Uma hora antes do horário oficial de abertura, já é possível passar pelas catracas e ter acesso à Main Street U.S.A.. Você pode até tomar café da manhã por lá e tirar sua foto no castelo enquanto o parque ainda está mais vazio. Depois, poderá assistir o show de abertura e já seguir rapidamente para as atrações do parque. Em geral, as primeiras 2 horas do parque (das 9 as 11 da manhã) são bem tranquilas e dá para você percorrer as principais atrações com bem menos fila. No fim do dia, depois de andar o parque todo, você deve voltar para a Main Street para admirar o castelo a noite e curtir estes espetáculos noturnos que mostram que o Magic Kingdom guarda o melhor para o final!

Animal Kingdom – O Animal Kingdom tem uma cultura própria, horários alternativos, muito verde e nenhum, absolutamente nenhum, canudinho de plástico nos refrigerantes (pra evitar que os animais que andam soltos pelo parque engasguem caso algum desavisado deixe um canudinho pelo chão). É também no Animal Kingdom o parque que concentra boa parte das novidades da Disney em Orlando: a nova e gigante área dedicada ao filme Avatar traz atrações jamais vistas em nenhum parque do mundo. Outra novidade é o Rivers of Light, show noturno que acontece diariamente e o Safari também está funcionando até à noite. Tudo para te fazer ficar no parque até mais tarde. Chegar cedo é importante principalmente para aproveitar o Safari com mais animais acordados ou ter uma chance de visitar Pandora, a área de Avatar, com menos filas; mas no fundo te permite aproveitar mais a sua visita ao parque todo. Assim como o Magic Kingdom e o Hollywood Studios, o Animal é um parque com diversos shows. Por isso, fique bem atento aos horários dos shows no Time Guide e planeje seu dia de acordo com a proximidade de cada um. Se estiver na Ásia por exemplo, fique esperto com os horários do musical do Nemo, já que ele acontece por ali. Os shows desse parque são ótimos e você não vai querer perder nenhum. Usando os ícones Fastpass+ disponível e altamente recomendado Fastpass+ disponível e recomendado que já colocamos nos outros roteiros, guie-se para pré-agendar os Fastpass+ para as atrações com maior chance de formar fila. Lembre-se que o ícone azul representa as atrações onde o Fastpass+ é recomendado e o ícone vermelho, onde ele é praticamente indispensável.

Hollywood Studios – O Disney’s Hollywood Studios (antes chamado de MGM Studios) é  o menor parque do complexo e na minha opinião, ele faz valer toda série de ditados “tamanho não é documento”, “os melhores perfumes vêm nos menores frascos” e por aí vai. O tema deste parque é cinema e sendo assim,  ele é repleto de shows, teatros e atrações sobre filmes. O legal do Studios é que ele agrada pessoas de todas as idades, já que tem desde a super montanha russa do Aerosmith até o show para crianças, Disney Junior Live on Stage. Não dá pra ser mais variado do que isso. Além disso, ele tem sido o palco de grandes mudanças e das principais novidades que a Disney está construindo para os próximos anos. Essas mudanças ficam claras quando você visita: tem sempre alguma atração fechando para dar espaço as futuras Star Wars Land e a Toy Story Land, mas também tem muita novidade abrindo o tempo todo. Mesmo nesse período de mudanças o parque traz diversas atrações e shows legais para entreter os mais variados grupos. Antes do dia da visita ao parque, é muito recomendado que você agende os seus Fastpass+ com a máxima antecedência possível. Este benefício é de graça e te poupa tempo na fila, então não deixe de fazer uso. Assim como em todos os parques a dica é chegar e pegar um mapa (disponível em português na entrada) e um time guide (guia de horários) dos shows, que no Hollywood Studios são muitos e todos muito bons! Se por acaso você não tiver agendado os Fastpass+, vá até um quiosque (ou kiosk, como eles chamam lá) de agendamento antes de qualquer outra coisa.

Epcot – Epcot foi o segundo parque do Walt Disney World e é até hoje um dos mais populares. Epcot é uma abreviação de Experimental Prototype Community Of Tomorrow (algo como protótipo experimental da comunidade do amanhã). A idéia original do Walt Disney era criar uma comunidade futurística mesmo, onde pessoas pudessem viver; uma comunidade que nunca se consideraria concluída, mas estaria sempre sendo transformadas pelas tecnologias mais pioneiras. Depois da morte do Walt Disney, o conceito original por trás da criação do Epcot foi abandonado para dar lugar ao que vemos hoje: um parque baseados nos temas de união entre as nações e futurismo, isso tudo sem perder a carinha de Disney. O Epcot é dividido em duas grandes regiões: o Future World e o World Showcase. O Future World concentra a grande maioria das atrações do parque e é a parte do Epcot que mais se assemelha a estrutura dos demais parques: possui atrações, lojas, lanchonetes e tudo o mais nos mesmos moldes do Magic Kingdom, Hollywood Studios e Animal Kingdom. É lá que fica também a Spaceship Earth, mais famosa como “a bola do Epcot”, que dizem ser o segundo ponto turístico mais fotografado do mundo (atrás somente da Torre Eiffel). O World Showcase já é bem diferente dos demais parques. Nesta região, se concentram pavilhões que representam 11 países: México, Noruega, China, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Japão, Marrocos, França, Reino Unido e Canadá. Cada pavilhão é muito diferente um do outro, mas todos tentam ser uma miniatura do país que representam, trazendo elementos típicos da nação. Antes de visitar o parque, não se esqueça de agendar os seus Fastpass+. A entrada do parque é linda pois você já dá de cara com a Spaceship Earth. É um ponto de foto obrigatório e como o cenário fica igualmente lindo ao anoitecer, é importante tirar a tradicional foto em frente “a bola do Epcot” tanto de dia quanto de noite.

Blizzard Beach – O Blizzard Beach é o parque aquático mais procurado em Orlando. Inaugurado em 1995, ele é o parque aquático mais novo da Disney World ainda em funcionamento e por ser menor que o irmão Typhoon Lagoon, ele reserva um clima muito mais tranquilo que os outros parques aquáticos da cidade. É o parque perfeito para tirar férias no meio das suas férias. A lenda que é tema do parque é a seguinte: em uma área desconhecida da Flórida, havia nevascas recorrentes que levaram a construção de um parque de esqui. Por se localizar em um estado onde faz muito calor na maior parte do ano, a neve eventualmente derreteu deixando as pistas de esqui e um teleférico abandonados. Um dia um grupo de pessoas passando por ali, viu um crocodilo (animal símbolo da Flórida e mascote do parque) escorregando no que antes devia ser uma pista de esqui, e decidiram de lá um parque aquático, dando origem ao Blizzard Beach. Dando apoio à historinha criada pela Disney, o parque revela uma atmosfera muito diferente da paisagem de Orlando, com montanhas cobertas de neve e os chalés de madeira típicos das estações de esqui. O Blizzard Beach fecha alguns meses do ano para manutenção, sempre nos meses mais frios. Quando ele fecha, o Typhoon Lagoon continua aberto para visitação. A água das piscinas do parque é levemente aquecida (em torno dos 27ºC) com exceção a água do Cross Country Creek, que na lenda do parque é a água que vem da neve derretida. Isso significa que é tranquilo ir no parque nos dias mais frios? Não necessariamente, pois além da água não ser quente no nível de águas termais, deve ser difícil sair das piscinas e encarar o vento frio e gelado de Orlando em Dezembro. Mas vá por sua conta em risco.

 

 

Typhoon Lagoon – O Typhoon Lagoon é o parque aquático mais antigo da Disney e na minha opinião é um dos mais diferentes. Com 25 anos e dono de uma das maiores piscinas de ondas do mundo, o Typhoon Lagoon é também o parque aquático que mais recebe visitantes: mais de 2 milhões de pessoas todos os anos. Pra se ter uma idéia, a piscina do parque é tão importante, que foi planejada para que se pudesse praticar surfe em suas ondas. O parque inclusive oferece aulas. A lenda que é tema do parque diz que um tufão gigante assolou um paraíso tropical e deixou por ali muitos rastros espalhados. O principal é navio Miss Tilly que saiu do mar para o topo do monte Mayday e acabou virando o símbolo o Typhoon Lagoon. Diferente do irmão Blizzard Beach, o Typhoon Lagoon é mais cheio mas não menos divertido. As atrações aqui são bem diferentes e seguem mais um estilo de parque de diversões, só que com água dentro. Enquanto o Blizzard Beach é um parque para relaxar, no Typhoon Lagoon a regra talvez seja menos descanso e mais agitação. Mas para aqueles que procuram um dia tranquilo, saibam que vocês também têm lugar no Typhoon Lagoon que oferece espreguiçadeiras por todo o parque. Todos os anos, o parque entra em manutenção entre o começo de Outubro e o final de Dezembro. Enquanto isso o Blizzard Beach continua aberto para quem quiser curtir um dia de parque aquático.

Downtown Disney – Disney Springs é o centrinho da Disney antes conhecido como Downtown Disney. As agencias de viagem vem acompanhando cada anúncio e cada inauguração que vem acontecendo desde a transformação, e a verdade é que as mudanças não param. A carinha do Disney Springs não para de mudar e entre clássicos que permaneceram e novas adições mais que bem vindas, este espaço se torna cada dia mais completo. É impressionante a quantidade de lojas, restaurantes e opções de entretenimento que você encontra por lá. Sabe como algumas cidades tem um centrinho movimentado, cheio de opções para se divertir? Então, o Disney Springs é mais ou menos o centrinho da Disney. Antigamente a grande maioria das lojas era focada em produtos Disney mas cada vez mais, novas opções estão aparecendo para complementar a oferta do local. Na verdade o projeto de transformação dessa região de Downtown Disney para Disney Springs foi bem ousado e trouxe uma lista enorme de novas lojas e restaurantes para lá. Com isso, a gente que se dá bem! Mais opções legais à nossa disposição. Sem dúvida o Disney Springs já é um concorrente forte de muitos shoppings, com lojas sensacionais e de quebra com restaurantes ótimos e o clima Disney! Melhor combinação impossível. Qualquer um pode visitar o Disney Springs já que ele não exige ingresso. A entrada é gratuita! Basta escolher o seu transporte e chegar lá a hora que quiser. O horário de funcionamento é bem longo, indo desde de manhã até a madrugada para algumas opções de entretenimento. O Disney Springs fica dentro do complexo da Disney em Orlando, e quando se fala complexo, você pode ler “o latifúndio” da empresa na cidade. Ele também fica entre 10-15 minutos de distância de cada parque da Disney, usando um carro. Apesar de não exigir ingresso e não cobrar estacionamento, é importante dizer que não há transporte do Disney Springs direto para os parques. No passado essa opção existia, mas aí todo mundo começou a deixar o carro lá e pegar o ônibus para os parques para evitar pagar estacionamento, o que levou a Disney a cortar essa rota do seu transporte interno. Porém, se você estiver em um parque durante o dia e quiser esticar a noite no Disney Springs, depois das 4 da tarde até 2 horas depois do parque fechar (ou até as 23h, se o parque fechar mais tarde), a Disney oferece ônibus para você poder curtir e deixar o seu carro parado no parque.

Acho que só de chegar e passear de férias na Disney você já encontra um monte de opções legais. De qualquer forma, espero que este guia te ajude a não se perder no meio de tantas opções para que possa aproveitar da melhor maneira possível tudo que o  Mundo Disney tem para te oferecer!

 

 

Delson Carlos

Delson Carlos, Assessor de imprensa,Profissional de Marketing , colunista social, passou pelo: Jornal A Hora, Jornal da Imprensa, Jornal Diário do Estado de Goiás . Há 10 anos, escreve a coluna social Paparazzi, do Jornal Diário de Aparecida. Editor da Revista Class. formando em Marketing e pós-graduado em Marketing digital. Estudioso das redes sociais.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *